Funções para auxílio de arredondamento de bordas do site da Fazenda da Esperança Brasil Forte sem Violência, No Brasil
Forte sem Violência

No Brasil

Forte sem Violência no Brasil

A violência está presente em vários âmbitos da sociedade brasileira. São muitos os fatores que podem ser apontados como causadores desse problema no Brasil, mas há um ponto que, geralmente, é esquecido e que atinge diretamente os jovens e adolescentes: a falta de diálogo e a dificuldade de se criar relacionamentos.

São inúmeros os casos de brigas e agressões físicas em escolas, dentro das salas de aula, entre professores e alunos, ou até mesmo entre os próprios alunos. Além disso, o jovem, muitas vezes, não é capaz de encontrar o seu espaço na sociedade e, assim, ele acaba buscando uma alternativa para a sua rejeição nas drogas ou por meio da violência.

Não existe um único meio para tentar amenizar esses problemas sociais, mas a solução vai muito além dos programas de políticas públicas do governo. É necessário também um envolvimento da sociedade civil.

Há 30 anos, Frei Hans Stapel, fundador da Fazenda da Esperança, desenvolve um trabalho de recuperação de jovens dependentes químicos. Encarando essa realidade de violência no Brasil, ele sentiu a necessidade de desenvolver também um trabalho de prevenção.

Em 2010, em um seminário na cidade de Guaratinguetá, no interior de São Paulo, diversos estudiosos representantes de vários países discutiam como seria possível desenvolver um programa de prevenção para as drogas e a violência. Na ocasião, o pedagogo alemão, Mathias Kaps, apresentou o projeto Stark Ohne Gewalt, traduzido para o Brasil como "Forte sem Violência".

Muito entusiasmado com a ideia de mostrar aos jovens que eles podem descobrir o próprio talento e se sentirem fortes sem que, para isso, precisem usar da violência, Frei Hans já acertou uma data para trazer o projeto para o Brasil.

O Forte sem Violência será desenvolvido nas várias Fazendas da Esperança, espalhadas pelo Brasil. A turnê, que tem início no dia 14 de maio, passará por seis estados brasileiros: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Ceará, Sergipe e Maranhão.

A iniciativa, que envolve música, arte e dança, tem a cara do Brasil. É preciso haver uma grande mobilização de autoridades políticas, instituições públicas e privadas para que toda a sociedade possa reconhecer como é possível levar a esperança de uma vida melhor aos jovens.

E esse é só o início. A intenção é que o projeto continue. A parceria com o Starkmacher e o Gen Rosso é um impulso para que sejam desenvolvidos trabalhos como esse, envolvendo conjuntos musicais brasileiros. Segundo Frei Hans, o sonho é criar vários grupos que, depois, vão às escolas e prisões "para levar a esperança a mais e mais jovens".

 

O que é Forte sem Violência

 
 
 
Visite nossa página no Facebook
© 2013 • 2014 Forte sem Violência
Telefones: (12) 3013-6441
Email: fortesemviolencia@fazenda.org.br